Com uma coleção criada para a noite, Ratier buscou inspiração na Romênia e nos vampiros, que que pode ser visto no tom vermelho do cenário montado como passarela, nas maquiagens pálidas com  marcação vermelha nos olhos e claro pelas roupas. Muitas camadas, comprimentos longos, escuros e dramáticos.

O Street esportivo, assinatura da marca, evoluiu com o trabalho de matérias-primas mais elaboradas, como o veludo, couro e jacquard. Porém a pegada underground está lá, “intacta”!

Créditos das fotos: Zé Takahashi / FOTOSITE

E hoje ainda tem Reserva e LAB

Share: