Fala galera!

O assunto de hoje aqui no blog é: Patches. Provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre, e também já deve ter usado, mas não está associando o nome ao objeto.
Patches são pedaços de tecido bordados, que podem ser colados nas roupas!
A história dos patches vem de longa data, e tem origem militar nas décadas de 30, onde eram usados para identificar exércitos e escalões.

Caíram no gosto dos adolescentes rebeldes nos ano 60 e foram introduzidos no mundo do rock’n’roll pela cultura punk no anos 70, onde expunham ideia de posições políticas e a paixão por bandas. Era comum ver coletes de couro ou jeans, repletos de patches.

Mas foi nos anos 80 e 90 que se tornaram hits e tiveram seu auge. Nesse período ganharam uma cara mais “pop”, que fez surgirem vários outros desenhos e a entraram também no universo infantil.
Sumidos por um tempo, os patches foram voltando aos poucos, tanto nas passarelas, quanto fora delas em fotos de street style mundo afora, e hoje voltam a ser “hit entre fashionistas”. Na última temporada da SPFW pôde-se perceber isso nos corredores da Bienal. Mais comumente colados nas peças em jeans, muitas customizados à mão, e até mesmo em acessórios. Várias marcas apostaram nessa tendência e já disponibilizam peça prontas. Quanto mais patches, melhor!

E aí, apostam nessa ideia?


Share: